Ausência Eterna

O meu mundo está se desfazendo...
...tudo está ficando cada vez mais confuso,
cada vez mais sinto que a presença dessas madrugadas frias nunca irá se ausentar...

Estou com medo,
medo de me acostumar com esse vazio,
medo de que quando eu cair em mim, eu já não ter mais tempo
medo de que quando eu olhar para trás, ver que todos os dias até aqui foram os mesmos,
onde pouco a pouco tudo foi se desfazendo...
...as poesias sem palavras,
os cadernos com as folhas amareladas rasgadas,
porta-retratos vazios, pois não tive memórias para gravar neles...

Talvez esse tempo já tenha chegado,
pois tudo está tão confuso e caindo em pedaços,
me sinto como se eu tivesse desistido de tudo,
me sinto como se fosse tarde demais,
não sei sorrir, nem contar piada,
não sei tocar uma música, nem cantar,
não sei dançar,
não sei cozinhar...
Não sei as coisas simples que tornam a vida especial...

...acordo todo dia, tomo meu café sozinho,
vou para o serviço sozinho,
passo o dia todo sozinho,
retorno para casa sozinho,
tomo um banho, como algo, assisto um filme repetido, e adormeço...
E no outro dia acordo novamente para repetir esse ciclo de ausência...