O medo de te perder...

Doeu muito mais o medo de te perder, o medo da solidão, o medo de ficar sozinho sentindo a tua falta e vendo em tudo ao meu redor uma lembrança tua, do que a falta que realmente você me faz...

Pensei que sem você eu não pudesse mais sorrir,
sonhar e ser feliz,
porque quando você se foi, acreditei que tinha levado contigo os sorrisos, os sonhos, os momentos felizes e esperança...

Mas hoje, depois de tanto chorar, e de tanto ter medo,
acordei e vi que o sol brilha forte, e que a tempestade que a sua falta me faz era apenas uma brisa que me levava para novos caminhos onde eu posso ser tão feliz como era ao teu lado...

E assim percebi, enfim, que reviver as lembranças contigo ao invés de me dislumbrar com as novas paisagens era só o meu medo me impedindo de ser feliz novamente...

Foi preciso

Foi preciso me perder mais uma vez
para realmente eu me encontrar e acordar para a vida...

Foi preciso perder quem eu pensei amar verdadeiramente,
para realmente a conhecer e ver que tudo foi ilusão...

Tenho medo

Não gosto de pensar na vida,
procuro me iludir vivendo em mundos alternativos em minha imaginação,
ou em algum mundo virtual, através de personagens mediavais ou chineses desses tantos jogos de MMORPG...

Não gosto de parar e olhar em minha volta e ver esse vazio,
de entrar no facebook e ver tantos rostos que eu nem sei quem são...

Me dói quando de repente acordo e desvio o olhar do monitor e vejo que o dia passou e eu nem vi,
que ao meu redor só tem um modem, um roteador, um pc, uma cadeira quebrada, um teclado velho, uma geladeira repleta de vazio e de água, um cochão jogado no chão frio coberto com lençóis e edredon em farrapos.

Me dói sentir o perfume dela ainda aqui no meu travesseiro,
me dói encontrar registros e arquivos dela que restaram no meu pc...
...me dói ver através desses arquivos que ela não era quem eu pensava...

Tenho medo desses momentos em que acordo e vejo o quão só eu estou,
nesses momentos eternos onde a unica voz que escuto é dessas músicas que me fazem sentir ainda pior...

Eu queria sair, encontrar alguem para conversar,
mas não sei onde ir, não sei sobre o que falar, não sei o que fazer...

Me sinto como uma criança perdida, que acordou e está sozinha em casa,
uma criança que precisa de carinho, de um abraço e tudo que encontra é o sorriso alegre e os braços frios da solidão e da ausência...