Desejo

Não são dos lábios teus
os beijos mais doces que já provei,
nem teu sorriso tem aquele brilho que irradia alegria e desenha sorrisos nos lábios meus...

Não sei exatamente o que, nem por que,
mas quando deposito meu olhar em você
em meu peito o coração se alegra e minha pele pede a tua...

Infinite Solitude

Por que não é fácil te esquecer?
Por que em meus pensamentos a tua imagem aparece a cada segundo?
Por que não consigo parar de ensaiar nos pensamentos declarações de amor a você,
se para você nada passou de uma aventura, uma mentira que você alimentou em meu coração?

Por que ainda te encontro quando você me liga?
Por que ainda te ligo quando você me pede pra te ligar, mesmo eu sabendo que ao atender você vai me iludir mais uma vez com tuas doces mentiras...

Ah! Por que meu coração sorrir toda vez que escuto tua voz, e te vejo chegando vagarosamente no horizonte?
Ah! Por que eu perco o fôlego e me rendo ao teu prazer quando você se aproxima, e com teus lábios quase tocando os meus pronuncia palavras repetidas com juras de um amor inexistente?

Por que eu não consigo não querer te ver mesmo sabendo do quanto mal me faz estar contigo, porque quando você se vai só resta a dor e o vazio...

Por que não consigo tocar outros lábios, e provar outros beijos sem buscar sentir o sabor da tua boca e o calor da tua respiração?

Saudade...

As pessoas dizem que há males que vem para o bem...
...quando descobri a triste verdade sobre você,
meu coração ficou em pedaços e por algum tempo perdi a direção...

Mas os meses se passaram,
outras bocas se enlaçaram nos meus lábios tristes,
meus abraços encontravam outros braços,
e alguns sorrisos despertaram em meus lábios...

...mas bastou você me ligar, e meu coração balançar...
agora mesmo, acabo de acordar, olhar para o lado e procurar o teu corpo moreno
e tuas curvas cheias de volupias...

O que você quer de mim?

Afinal, o que você quer?
O que é isso que existe entre nós?
Não me venha com essa conversa de que "estamos bem, não estamos, para que falar disso", que eu preciso ouvir de você que o que há entre nós não é algo descartável,
preciso saber que você não me deixará sem motivo, sem lutar para estar ao meu lado...

Afinal o que você quer?
Você tem sido a única para mim, tem me cobrado isso,
mas não sei se em tua vida eu seja o único...
Não somos mais crianças,
não quero mais ser essa paquera de fim de semana,
não consigo mais suportar esses encontros casuais, sem compromisso, sem doação, sem compartilhar o meu eu com você...

Me diga, não me olhe com esses olhos, dessa vez não vou ficar perdido e embriagado pelo perfume de teu corpo nu...
Me diga o que existe entre nós, o que você quer de mim?

O pecado sem perdão

Mesmo que todas as vezes que eu escutar tua voz
em meu peito o coração acelere, e meus braços se preparem para te abraçar,
o que existiu entre a gente será apenas uma lembrança, talvez uma saudade eterna...

Por mais que o que eu mais queira é estar com você,
os teus passos te levaram para caminhos diferentes dos meus,
e os nossos planos se perderam enquanto outros mergulhavam nos encantos de teu corpo...

A Última Despedida

Desde o começo eu sabia que para ti eu seria apenas mais um sexfriend, mais uma aventura...
...mas quando eu menos esperava me apaixonei perdidamente por ti.
...e a cada vez que vinhas ficar comigo nas madrugadas errantes,
eu desejava que aquilo nunca tivesse fim...

...mas antes de raiar o dia você me deixava dormindo com um largo sorriso desenhado nos lábios meus, e ao acordar procurava por ti, e encontrava apenas aquela sensação de que tudo foi apenas um sonho...
...por mais que eu mostrasse o quanto te amava, você se mantinha firme com teu coração de pedra,
e me tinha como apenas mais um para passar uma noite ou outra...
...e percebendo que não te teria só para mim, tentando enganar meu coração segui até hoje,
onde agora decidi não mais sofrer toda vez que você fecha a porta de meu quarto e segue para os braços de um outro qualquer...

...por isso te peço, não me ligue mais, nem me faça todas essas juras de um irreal amor, cheias de palavras repetidas mas que fazem o meu coração bater acelerado...

...preciso ter mais que teu corpo e noites de intenso prazer,
eu quero ter alguem para compartilhar meus segredos, medos, sonhos e realizações,
quero alguem para compartilhar a aventura que é viver,
alguem para compartilhar aquilo pelo que vale realmente a pena viver...

Palavras repetidas...

É só isso que tem para me dizer?
O que eu sinto não vai mudar,
tudo que você diz são histórias e sentimentos irreais...

...não me venha com tuas frases feitas e palavras vazias,
eu não me renderei tão facilmente aos teus encantos,
nem me entregarei novamente a você...

...o tempo que a gente ficou junto
agora não passa de lembranças distantes de um sonho que sonhei sozinho...

Não me ligue mais,
nem me faça essas tantas falsas juras de um falso amor...

Não quero explicações vagas,
nem desculpas que nem você acredita...

...eu te amei, como nunca tinha amado antes,
mas você nunca se importou, por que se importaria agora?

Eu queria poder acreditar que você mudou,
e me entregar novamente de olhos fechados ao teu amor,
mas não quero me arriscar em outra ilusão...

Eu te perdoei, e por isso não quero e não vou mais ficar remoendo o passado,
e vou tentar esquecer o brilho dos teus olhos, e o perfume do teu corpo em tudo que é meu...
...não vou mais derramar minhas lágrimas enquanto outro mergulha no prazer de teu corpo...

Por isso peço mais uma vez,
não me procure mais,
não bata em minha porta...

Amanhecer...

Por algum tempo,
nos pensamentos meus a tua imagem sempre esteve presente...

Por algum tempo ignorei o fato de fato ter se entregado a outros
e sonhava com a tua volta....

...por muito tempo ensaiva o que dizer e o que fazer quando você voltasse...
...pensei nas palavras, comprei ingressos para o cinema, um presente para te dar no final da noite...

Por muito tempo em minha vida
pensar em você e no nosso futuro juntos era tudo o que eu fazia...
...até sonhava com os nossos filhos...

Ah!...
...hoje vejos que tuas explicações eram vagas,
mas eu aceitava tudo, com medo da solidão,
acreditando que só contigo eu poderia encontrar a felicidade...
...mas hoje, de olhos abertos, percebo que você era para mim apenas aquilo que eu pensei que você era...

...te amei cegamente e me entreguei sem me preocupar se te entregavas a outros...

Hoje, eu sei o que é a verdadeira felicidade,
e isso é completamente diferente do que aquilo que eu imaginava sentir, quando estava enlaçado nu nos braços teus...

Falso contentamento

Acontece com todo mundo,
algumas vezes mais com uns que com outros,
e mesmo que nos traz mais experiência,
mesmo que nos permita viver outros sonhos,
respirar outros ares,
quando o fim de um relacionamento chega,
mesmo a gente sabendo que não da mais para continuar,
a gente ainda sente a presença do outro quando se deita,
ainda fica esperando o telefone tocar ao meio dia para matar a vontade de se falar que não aguenta esperar até a hora de chegar em casa...

Ah!... Quando o fim chega,
mesmo sabendo que a gente já não tem nada a ver,
mesmo sabendo que o outro já está em outros braços e os nossos lábios se enlaçam em outros lábios,
no fim da noite, ou no meio da madrugada,
a brisa nos tras aquele perfume do outro,
e as vezes acordo na madrugada, sentindo como das vezes que me acordavas com carícias e faziamos amor enquanto o sol ensaiava os primeiros raios no céu...

Quando o relacionamento termina,
fica sempre aquele ar de que eu ou você fez algo errado,
mas no fim nada é para sempre...

Carta ao sonho perdido

Prometi a mim mesmo que jamais voltaria a escrever versos sobre ti...
Prometi a mim mesmo esquecer dos anos que vivi ao teu lado...
Mas em cada canto de minha casa - em cada parte do meu coração - vejo o teu vulto, sinto a tua presença...

Mesmo eu repetindo aos quatro ventos que não sinto tua falta,
quando percebo estou pensando em você, ou na pessoa que eu pensei que você fosse...
Ás vezes quando escuto um barulho no portão,
ou o telefone toca, meu coração se agita em meu peito,
na esperança de ser você voltando arrependida...

Sinto tanta falta dos teus abraços,
dos teus beijos, de ficar juntinho de você sentindo o teu calor,
de acordar mais cedo só para ficar vendo você dormindo com um sorriso no rosto...

Quando te conheci não pensei que iria me envolver o quanto me envolvi,
não pensei que iria me entregar de corpo e alma e deixar que você fizesse parte de mim...

Assim como você já fez, eu quero te esquecer, mas não consigo beijar outros lábios sem procurar o sabor dos teus, não consigo tocar outros corpos e sentir o desejo ardente que sentia quando via você chegando...

Apaguei tuas fotos, teus recados, cada coisa que me lembra você...
...joguei fora os livros, meus cadernos em que você rabiscava "te amo",
a colherzinha de sorvete, o perfume, roupas, cama...
mas ainda assim sinto tua presença em tudo que vejo...

Meu coração dói tanto quando penso em tudo que poderia ter sido e não foi...
...e meu peito sangra quando lembro que os lábios que pronunciavam juras de amor eterno ao meu pé de ouvido enquanto fazíamos amor, no outro dia se enlaçava em outros lábios...

O último dia...

Não consigo evitar mais que essas gotas salgadas como o mar corram pela minha face...
Há, como tenho olhado essa imensidão de água e desejado criar forças para me entregar, e deixar as ondas me puxarem para o infinito...

Há, como tenho desejado me perder, desaparecer...

Olho no espelho e só vejo trapos,
ossos e pele, sem carne...

Fecho os olhos e tento pensar nos momentos felizes,
nos amores que tive,
nos sorrisos,
nas conquistas,
mas não vejo nada...

...em todo esse tempo
tudo que conquistei foi esse vazio,
essa dor no coração, que ninguem tira...

...em todo esse tempo
eu fechava meus olhos e fingia estar tudo bem,
imaginava um mundo diferente,
vivia uma realidade alternativa,
onde só a poesia bastava...
...e por algum tempo eu tive amores, tive amantes...

Mas na verdade, cada vez mais eu estava mais solitario,
diferente ao mundo...

Me sinto perdido,
escuto as conversas no onibus,
todos falam coisas que eu nunca vi,
estao todos conectados numa realidade de onde estou,
festas, baladas, risos, amigos...
...e eu em looping... a mais de tres anos tentando terminar a monografia e no ultimo instante desisto...

Eu não sei organizar meu tempo,
não sei organizar meu dinheiro,
as vezes faço mil coisas ao mesmo tempo,
as vezes nao consigo fazer nada e quando vejo ja se passaram tres meses...

Talvez quem olhe para mim acredite que eu seja feliz,
mas eu acho isso dificil, porque meus olhos ja mostram...
Como diz a musica, "parece cocaína, mas é só tristeza...",
ja me perguntaram se uso algo...

Eu estou cansado,
nao quero voltar para casa,
nao quero voltar para o hotel,
quero ficar aqui,
vou esperar a maré subir,
vou adormecer na areia,
e espero que lentamente as ondas me levem aonde tudo sera silencio,
onde o meu ser se libertará dessa carne podre
onde eu não serei mais essa imagem torta...

Ternura III

Ao ver o vulto de tua imagem
tão alta e tão bela como as flores
que nascem nos montes inacessíveis,
apaga-se em meu ser todas as dores...

Ao ver o vulto de tua imagem
tão alta e tão bela como as flores
que nascem nos montes inacessíveis,
pergunto:”como não morrer de amores?”.

Ao ver o vulto de tua imagem
alegra-se meu coração...
Meu anjo, quero tanto te dizer: “Oi!”
mas não consigo dizer nada não...

... tenho medo de que o meu simples “oi”
seja abafado na distância,
ou que você aja como
se ele não tivesse chegado a teus ouvidos...

Vitrine do amor...

Ela, com seus olhos de céu sem nuvem
com o sorriso de rosas do amor
com as formas de perfeitos traços
é em minha vida um quadro que admiro
através da vitrine do amor.

O toque de teus lábios

Hoje o dia foi perfeito,
e o toque de teus lábios
foi o motivo para isso...

Quero que saibas
que tu és tudo que preciso,
que és mais do que sonhei...

E agora, com esses versos
sem rimas, sem metrificação,
pois você me faz livre,
quero homenagear-te
e dizer mais um pouco do que sinto...

espero que goste desse meu carinho...

___________________________________________________________

Ah! Os teus beijos...
ah, como são doces,
como são quentes,
como são molhadinhos...

Ah! Os teus beijos...
ah, como é especial esse toque
de teus lábios e língua...

Ah! Como doem
quando os teus dentes
perfuram os meus lábios,
mas dói mais o meu coração
quando não posso estar com você...

Ah! Os teus beijos...
...beijos que não são apenas beijos,
beijos que são abraços, apertos,
beijos que são a minha e a tua alma
nos transformandos em um só ser...

Ah! Como é gostoso
sentir o calor de tua respiração,
sentir teu corpo ficando mole,
olhar profundamente em teus olhos absortos...

Ah! Os teus beijos
são chamas que queimam-me,
e me faz sentir sensações indizíveis

Solitude II

Antes, seus umidos lábios
marcavam a minha epiderme
e eu me enlacava em seu intimo...
Hoje, teus úmidos lábios
são lembranças que vejo não só nas marcas em minha epiderme
mas em meu íntimo...

Amigos

O que seria de nós
sem o brilho encantador
e confortante de um sorriso amigo?

O que seria de nós
sem as palavras sábias
de uma voz amiga?

Quando cessaria o nosso pranto?

Sem amigos
nossas almas seriam frias
e nossas faces seriam de dor,
e não sonhariamos,
os medos não nos deixaria dormir...

Amigos são primavera,
com eles a vida é mais bela,
sem eles é inverno,
sem eles nada somos

[tags: poesia amigos, poesia melhores amigos]

A vida sem você...

Não me acostumei em acordar
sentir o teu perfume ainda no ar,
passar a mão pela cama
e não sentir o teu corpo...

Eu penso em você a todo instante,
talvez era pra mim sentir raiva,
mas eu te amo tanto,
que se voltasse agora,
agora mesmo eu te daria um beijo
e faria um filho contigo...
...e esqueceria o que passou,
todas as brigas, os caminhos errados...

Ah, como tem sido estranho
pensar em amor e olhar pro lado e não ver o teu sorriso...

Tempo Perdido

Agora a pouco resolvi caminhar pelo meu bairro,
pensando eu em respirar um pouco de ar puro
nas margens de um riacho de agua fresca
do qual minha avó sempre me falava para ir brincar quando criança...

Ah, enquanto caminhava, em meus pensamentos
minha avó contava dos pássaros,
da sombra fresca, dos peixes no fundo transparente do riacho,
ah, tudo que eu mais preciso agora, hoje o calor está insuportável...

Porém a poucos metros de onde seria o riacho,
vejo um ônibus depositando dejetos...
...uma senhora arrastando um cachorro morto até lá...

Os pássaros que minha avó falou, as pessoas brincando,
a sombra fresca e a agua cristalina,
nada mais existe...

A vida continua..

A vida continua,
os dias vem e vão...
mas todos os dias pra mim são como domingos de tédio,
onde não há o que se fazer...
onde tudo esta fechado,
a TV não tem nada interessante,
os poucos amigos estão dormindo pra curar a ressaca de uma festa que eu não fui...

A vida continua,
mas em mim tudo está parado,
olho em minha volta,
Meus Deus, daqui a pouco as teias das aranhas cobrirão minha cama...

Estou com sede
o meu vinho acabou,
nem tenho dinheiro para comprar mais,
nem tenho força para sair daqui...

Estou confuso,
não sei que dia é hoje,
nem se já é outro ano...

Ela levou tudo que restava de vida em mim
e em troca de meu amor
ela me deu essa ausência,
essa dor no peito,
essas marcas nas costas de suas unhas afiadas,
essas doces lembranças que são como uma taça de vinho envenenada...

Ah! O que será de mim?
O que eu fiz com minha vida?
Eu só queria que minha vida fizesse sentido...
estou tão perdido,
que nem mesmo sei mais quem sou...

Reflexão

Tanto a ser feito,
mas nenhuma vontade,
nenhum animo,
nenhuma motivação...

...e o tempo passa,
consumido por esse vazio em minha existência...

...outro ano se acaba,
e meus projetos incompletos
se acumulam em minhas gavetas
e se espalham pelo chão de meu quarto...

...o ano todo deixei para depois,
pois tinha o ano todo...
...agora que não me resta tempo,
o desespero me invade,
e eu me encontro só,
sem uma voz para me guiar,
sem uma mão para me acalentar
nesses momentos de medo e insegurança...

...não tenho dormido direito,
nem me alimentado,
e os meses passam e eu continuo imóvel
deitado no chão frio em meio desses projetos inacabados...

Estou perdido,
sei o que fazer,
mas não tenho forças para me mover...