Bruna, saudades...

Mesmo não podendo estar ao teu lado
todos os dias, meu pequeno anjo,
carrego nos pensamentos meus lembranças tuas...

Meu peito dói de solidão
quando abro meus olhos na fria madrugada
e não vejo vestígios teus...

Quero tanto ficar junto de ti por toda a minha vida...
...só ao teu lado me sinto completo
...só enlaçado em teus sorrisos me sinto feliz
...só mergulhado em teu corpo posso um dia morrer de amor...

Ausência

Viver sem ti,
e sem o sabor dos lábios teus,
Sentir o teu perfume em minhas roupas
e não poder sentir o teu calor nos braços meus
é algo que faz meus dias tão tristes e cinzentos...

Quero tanto ter você ao lado meu
para olhar em teus olhos
e te abraçar junto a meu peito
me enlaçar em teus lábios
e te amar....

à minha amada

O amor da minha vida
és tu, oh pequenino anjo,
minha rosa perfumada, minha estrelinha a brilhar no céu...

O meu sonho realizado
és tu, meu diamante raro...

Saudades de você

De repente me pego silenciosamente
revivendo em pensamentos os instantes
que os teu lábios enlaçaram-se nos meus...

Há, como me dói no peito
querer sentir o perfume de tua epiderme,
e não ter você aconchegada nos braços meus...

Há como gostaria de falar-te, nesse instante,
ao teu pé de ouvido o quando te amo...
...e te contar meus segredos e sonhos....

Há como quero beijar teus sorrisos agora...
Há como eu queria me teleportar através desses versos pra perto de ti...

A mesma história

Outra vez, estou tentando prender minha respiração
tentando dormir e não acordar para esse pesadelo
que retornou para ferir meu coração...

Há, se não me amavas,
por que me convenceu a abrir as portas do meu coração?
Por que desde o começo
me enlaçava em teus braços e me dizia tantas palavras e juras de amor?

E de repente age como se eu nem importasse para você...
Ah, meu peito dói tanto por saber que confiei cegamente em tuas palavras...
Ah, quantas coisas deixei de fazer para estar com você,
e de uma hora pra outra você me liga e me diz coisas que me sangra o coração...

Esse amor que sinto por ti
faz minha alma doer e meus olhos chorar,
ah, em meu peito agora só existe um rancor
por ter sido sincero e você ter me iludido com tua doce voz
e carícias intimas...

Ah, o som de tua voz,
hoje é um eco em minhas lembranças...
Um eco que me faz acreditar que o amor é pura fantasia,
um eco que me faz perder a esperança no amanhecer...