Em minh'alma...

Profundamente
envolto por medos antigos,
nas sombras de meus desejos
se esconde, noite e dia
um pouco do que eu já fui um dia...

E esse meu antigo eu,
o meu eu real,
sem máscaras nem mentiras,
as vezes sussurra num eco distante:
"Você pode me sentir?"

Profundamente
nas trevas de minh'alma,
está o meu verdadeiro eu,
o qual eu neguei, noite e dia...